PMDB-SC quer renúncia da cúpula nacional

05/12/2017 11:39:00
"O PMDB de Santa Catarina não é o mesmo de Romero Jucá", disse Mauro Mariani.

A bandeira lançada pelo diretório estadual do PMDB por uma imediata mudança da cúpula nacional do partido ganhou densidade durante reunião realizada em Florianópolis.

 

Aderiram a esta movimentação partidária os diretores municipais de Curitiba, Rafael Xavier, e de Porto Alegre, Antenor Ferrari, que debateram o tema com o presidente catarinense, deputado Mauro Mariani. Levarão a proposta aos respectivos diretórios regionais para fortalecer a manifestação na reunião que será amanhã em Brasília com todos os presidentes estaduais.

A formalização se dará na convenção nacional do PMDB, marcada para o próximo dia 19.


— Temos a obrigação de exigir a renúncia da cúpula nacional e buscar lideranças sérias e comprometidas com um novo rumo para o Brasil. O PMDB de Santa Catarina não é o mesmo de Romero Jucá — disse Mariani em crítica direta ao líder do governo Temer no Senado.

O pronunciamento dos presidentes municipais do Sul do Brasil ocorreu no início da tarde. De manhã, a executiva estadual do PMDB voltou a insistir na renúncia da direção nacional e renovação do comando.

Esta rebeldia do PMDB estadual foi deflagrada pelo presidente Mauro Mariani há meses, ao procurar blindar o partido no Estado das denúncias graves envolvendo seus principais líderes nacionais. O parlamentar repete com frequência que "o PMDB daqui não é o mesmo de Brasília, que comanda o partido nacionalmente". Isto explica também seu voto a favor da abertura de processo contra o presidente Temer.

Outro objetivo estratégico: evitar que o desgaste nacional tenha reflexos eleitorais profundos em 2018 no Estado. O PMDB quer evitar que acontece aqui o que ocorreu nas duas eleições anteriores ao PT.

A Liminar
No final da tarde de sexta-feira, o advogado Danilo Knijnik, de Porto Alegre, esteve no gabinete do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Torres Marques, com a liminar da desembargadora Marga Tessler, e requerimento pedindo a posse imediata do advogado Alex Santore no cargo de desembargador para o qual foi nomeado em maio pelo governador Raimundo Colombo. O entendimento do advogado era de que a liminar suspendendo a posse estava cassada, que o ato de Colombo não poderia ser revogado e que a competência sobre a matéria era federal.

Curtas
*O empresário Moacir Dagostin foi eleito presidente da Associação Comercial e Industrial de Criciúma. Vai suceder Cesar Smielevski.
* "Brasil Atacadista", do grupo Mundial Mix, família Lohn, inaugura amanhã nova loja na SC-403, em Ingleses, gerando 400 empregos.
*Jane Balbinotti assumirá hoje a presidência da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc/SC). O atual presidente, Lucas Schweitzer, assumirá a vice-presidência da Abeoc nacional.

Fonte: JSC

Imagens


  • Autor: Foto: Soledad Urrutia / Divulgação