Polícia Civil investiga se houve responsabilidade no incêndio que matou três irmãos pequenos em SC

03/05/2021 09:37:00
As crianças, dois meninos, de 8 e 3 anos, e uma menina, de 5, morreram carbonizados no sábado (1º) em Lages. Na casa, além das vítimas, moravam os pais e outros filhos.

A Polícia Civil investiga se houve responsabilidade de alguma pessoa no incêndio que matou três irmãos pequenos em Lages, na Serra catarinense, no sábado (1º). Um inquérito será aberto formalmente durante a próxima semana e tenta descobrir se existem elementos que indiquem o crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de praticar o ato.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, as chamas começaram no fim da manhã. Os irmãos, dois meninos, de 8 e 3 anos, e uma menina, de 5, morreram carbonizados durante o incêndio. Na casa, além das vítimas, moravam os pais e outros filhos.


Segundo o Delegado Regional do município, Fabiano Schmitt, ainda não há detalhes sobre o que ocasionou o incêndio. Por isso, a investigação precisa avançar para verificar se "alguém maior, do ponto vista penal, tenha contribuído para a ocorrência desse homicídio não intencional".


"Já existe uma investigação iniciada, mas o inquérito policial será formalizado na segunda-feira (3) com o objetivo de apurar a eventual ocorrência de homicídio culposo", disse o delegado.

Após o incêndio, o local foi isolado até a chegada do Instituto Geral de Perícias (IGP) e de um perito de Incêndio do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar também esteve no local.


A residência tem cerca de 30 metros quadrados e dois andares, sendo o superior de madeira. As chamas destruíram todo o andar do segundo pavimento. Uma casa próxima também foi atingida.


Fonte: G1 SANTA CATARINA

Imagens


  • Autor: Foto: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina/Divulgação