Cobra é vista no mar em praia de SC; assista ao vídeo

07/04/2021 09:33:00
Guarda-vidas capturou cobra caninana na Praia Grande em São Francisco do Sul. Especialista diz que esse tipo de serpente não costuma ser encontrada na água.

Uma cobra caninana foi vista no mar por banhistas na Praia Grande em São Francisco do Sul, no Norte catarinense. Um vídeo gravado no local mostra a serpente na faixa de areia e, depois, entrando no mar. Ela chega a ser arrastada pelas ondas. Segundo os bombeiros, ninguém foi picado e o caso é considerado atípico na região.


O Corpo de Bombeiros Militar da cidade confirmou nesta terça-feira (6) que na quinta (1º) um guarda-vidas que atuava na Praia Grande capturou uma serpente da mesma espécie.


Captura da cobra

Cobra é da espécie Caninana, segundo especialista — Foto: Redes Sociais/Reprodução


Apesar de não saber confirmar se a cobra capturada na praia era a mesma vista pelos banhistas, o guarda-vidas informou que há grandes chances de ser o mesmo animal.



A serpente foi vista na orla de Praia Grande e se direcionou para o mar assim que os banhistas começaram a filmá-la. Em determinado momento, ela chega a ser levada para dentro do mar pelas ondas, que logo em seguida trazem ela para a faixa de areia novamente.


Segundo a corporação, o guarda-vidas Thiago Elias Maia avistou a cobra na praia enquanto realizava uma ronda. Ele notou que a serpente veio com as ondas do mar.


A cobra não estava agitada e ele conseguiu retirar o animal do local em segurança. Ela foi levada para uma área de vegetação do Parque Estadual Acaraí, que fica próximo ao posto guarda-vidas.


Resgate com cobra da mesma espécie foi feito por um guarda-vidas no mesmo dia na praia de São Francisco do Sul (SC) — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Resgate com cobra da mesma espécie foi feito por um guarda-vidas no mesmo dia na praia de São Francisco do Sul (SC) — Foto: Redes Sociais/Reprodução


Caninana

De acordo com Diogo Cristo, veterinário do Projeto de Monitoramento de Praias (PMP), a serpente do vídeo é da espécie caninana e pode chegar a 2,5 metros de comprimento.


"No caso deste animal, ela pode até ter escapado de um predador que sobrevoava a praia ou apareceu ali de forma incomum buscando pequenas presas, possivelmente vindas da restinga", explicou o veterinário.

Ele explica que esse tipo de cobra é comum na região Sul do Brasil, mas não costuma ser encontrada na água. A caninana é um animal que fica em árvores e se alimenta de pequenos lagartos e anfíbios.


Fonte: G1

Imagens


  • Autor: Foto: Redes Sociais/Reprodução