Mauro de Nadal (MDB) é eleito presidente da Alesc por unanimidade

02/02/2021 08:45:00

A Assembleia Legislativa de SC (Alesc) aprovou na tarde desta segunda-feira (1º) o nome de Mauro de Nadal (MDB) para presidência da Casa no biênio 2021-2022 com 38 votos. O Parlamento também aprovou os nomes de Nilso Berlanda (PL) para a 1º vice-presidência, Kennedy Nunes (PSD) para 2° vice-presidência, Ricardo Alba (PSL) como 1º secretário, Rodrigo Minotto (PDT) como 2º secretário, Padre Pedro Baldissera (PT), como 3º secretário, e Laércio Schuster (PSB) como 4° secretário. 

 

Antes da sessão, alguns deputados reuniram-se na sala da Presidência da Casa para discutir os últimos detalhes da chapa eleita. O maior impasse era a vice-presidência, reservada ao PL, que indicou Marcius Machado, mas voltou atrás em benefício de Nilso Berlanda, preferido entre os parlamentares.

Nadal teve 38 votos entre os 38 votantes. Não participaram da sessão Ada de Luca (MDB) por problemas de conexão e Julio Garcia (PSD), que segue em prisão domiciliar. 

Na sequência, quando de Luca restabeleceu contato, o restante dos nomes da Mesa foram aprovados por unanimidade de 39 votos, apenas sem Garcia. 

No discurso de posse, o novo presidente prometeu transparência e adoção de programas digitais para eliminar o uso de papel na Casa. Além disso, pediu um minuto de silêncio em nome dos mortos pela Covid no Estado e dos trabalhadores da saúde.

Sobre o relacionamento com o Executivo, de Nadal evitou comentar sobre o processe de impeachment e disse que "esse é um novo momento" que representa "aproximação". Destacou que a presença de parlamentares no governo do Estado representa todo o Legislativo, que deve ser mais ouvido agora.

"Esse é um sinal de aproximação e de abertura de governo e vai permitir que os deputados terão voz e vez para opinar", disse. 

Sobre a reforma da Previdência, considerada uma das principais agendas para 2021, de Nadal afirmou que será uma das prioridades do Parlamento, mas que espera um projeto do governo. "Essa proposta quando aportar aqui a presidência vai oportunizar a discussão", acrescentou. 

Sobre Julio Garcia, o novo presidente negou que tenha influência negativa sobre o Parlamento já que as acusações não dizem respeito à Casa.


Votação 


A votação na Assembleia ocorreu de maneira nominal e aberta, diferente da Câmara dos Deputados e do Senado onde a votação é secreta. O modelo tem beneficiado a formação de acordos prévios, com uma Mesa Diretora multipartidária.  

Nadal vai substituir Julio Garcia (PSD), que teve a presidência marcada pela abertura de dois processos de impeachment contra o governador Carlos Moisés da Silva e pela sua prisão no âmbito da Operação Hemorragia. 


2022


Apesar da aprovação de Nadal para o biênio, o acordo entre os parlamentares prevê que ele renuncie no início do próximo ano para dar lugar a Moacir Sopelsa (MDB). A vice-presidência também seria substituída, com o ingresso de Mauricio Eskudlark (PL). 

Sopelsa, veterano da Assembleia, encaminha-se para o final de seu último mandato e a presidência é uma espécie de homenagem após mais de 20 anos de Parlamento estadual. O parlamentar elegeu-se pela primeira vez em 1998 e chegou ao sexto mandato consecutivo. 


Educação


O deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), que foi anunciado como secretário de Estado da Educação, ainda não largou o cargo parlamentar. A expectativa é de que a posse oficial aconteça na quarta-feira (3), no Centro Administrativo do governo do Estado. Assim, será aberto espaço no Parlamento para Dirce Heiderscheidt (MDB). 

Com a saída de Vampiro, Valdir Cobalchini assumirá a liderança do MDB na Alesc, com Fernando Krelling como vice-líder.

Fonte: RCN

Imagens


  • Autor: Foto: Murici Balbinot