Warning: mime_content_type(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/b31e728158afb8c1090cf5bc17dc75c7.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 55

Warning: getimagesize(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/b31e728158afb8c1090cf5bc17dc75c7.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 56

Médico que contraiu Covid-19 está há mais de 6 meses internado na UTI em SC

20/10/2020 08:49:00
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, Renaud Frazão, de 79 anos, é o paciente com mais tempo de internação devido às complicações da doença em Santa Catarina.

Desde o dia 13 de abril, o médico reumatologista Renaud Pimentel Frazão Filho, de 79 anos, está internado com Covid-19 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Blumenau, no Vale do Itajaí. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o médico é o paciente com o maior tempo de internação devido às complicações da doença no estado.

 

As sequelas deixadas pelo coronavírus impedem o médico, que é diabético, de receber alta. Durante o período de seis meses de internação, ele sofreu infecções e trombose. Frazão Filho também faz sessões de fisioterapia, fonoaudiologia e está sendo acompanhado por um psiquiatra.


"Diversas vezes, nós da família pensamos que ele não iria sobreviver, não resistiria, mas graças a Deus e toda equipe médica e os enfermeiros e todos os profissionais da saúde que tem dado suporte a ele", disse a neta, Paula Frazão.


O Ministério da Saúde informou que o tempo médio de internação por coronavírus é de sete dias, mas não disse se Renaud é o paciente que contraiu Covid-19 internado há mais tempo em uma UTI no país. Tanto a Secretaria Estadual de Saúde e o Hospital Santa Catarina, afirmam que não tiveram outros casos com o mesmo período.


Paula é a única neta que ficou no Rio de Janeiro, cidade em que o pai adotou como sua e construiu a família. Após a morte da mulher, o médico se mudou há três anos para Florianópolis. Mas ele estava no Vale do Itajaí quando começou a apresentar sintomas gripais e falta de ar.


De acordo com a família, o idoso procurou atendimento no hospital, e os exames confirmaram que ele havia sido contaminado pelo coronavírus. A filha Monica Frazão disse que estava viajando quando ocorreu a internação. "Foi ele mesmo que pediu para ser intubado", afirma.


Foram mais de 70 dias de internação até Monica conseguir ter autorização dos médicos para reencontrar o pai. "A data foi próxima do aniversário do meu pai, e o hospital decorou o leito com balões de festa", lembra.


A família tem informações por telefone e acompanha a recuperação à distância. "Ele está lá, lutando para viver, e a família fica aqui. Ficamos aguardando a chegada dele. Que ele possa vir, voltar para perto de nós, o mais rápido possível, porque a dor só sente quem passa", disse Paula.


"Deem valor aos seus familiares, às pessoas que vocês amam porque as coisas acontecem num estalar de dedos. Ele é uma pessoa muito especial pra mim, uma pessoa muito boa. A gente fala assim, 'nossa ele não merecia passar por isso', assim como ninguém merece", disse a neta Esther Frazão.


O G1 SC tentou contato com a unidade de saúde para saber mais detalhes sobre o tratamento do paciente, mas o hospital preferiu não comentar o caso.

Fonte: G1 SANTA CATARINA

Imagens


  • Autor: Foto: Monica Frazão/ NSC TV