Warning: mime_content_type(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/6b8c3918d890b7faeb6acca383e8eac5.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 55

Warning: getimagesize(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/6b8c3918d890b7faeb6acca383e8eac5.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 56

Deputado retira projeto que pedia volta das aulas presenciais em SC

20/05/2020 10:14:00
Proposta na Assembleia Legislativa defendia cronograma gradativo de retorno, mas foi retirado nesta terça após polêmica sobre a possível medida

O deputado estadual João Amin (PP) decidiu retirar de pauta o projeto de lei que pedia o retorno gradativo das aulas a partir de junho em Santa Catarina.

 

João Amin defendeu que o projeto não obrigava, mas autorizava o retorno das atividades nas escolas para atender quem “não tinha condição de manter os filhos em casa”. No entanto, segundo ele, foi retirado porque teria sido “distorcido”, e disse que decidiu retirar o projeto pelo risco de a polêmica causar mais dificuldades do que contribuições.


– Propusemos uma alternativa, com transição gradativa e um cronograma de retorno responsável. Porém, o projeto foi destorcido e uma campanha contrária foi orquestrada para desconstruir a proposta – afirmou.


Em comunicado, o parlamentar destacou que vinha discutindo o assunto com representantes da área de ensino e que chegou a convocar o secretário de Estado da Educação pasta para uma sessão especial na Alesc, mas acusou o secretário de “negar-se ao diálogo”. O projeto, segundo o deputado, foi apresentado porque “o governo não tomava uma iniciativa”.


– Educação também precisa ser tratada como uma atividade essencial e foi esse o objetivo do nosso projeto. Tenho convicção de que o colapso escolar é iminente, tendo em vista a falência econômica que se avizinha – opinou.


A  paralisação das aulas foi adotada pelo governo para reduzir a circulação de pessoas e, com isso, tentar conter a propagação do coronavírus.  Desde 17 de abril, estudantes da rede estadual têm aulas on-line e os que não tem acesso à internet recebem material impresso. A estratégia foi adotada por diversas prefeituras. 


O governo do Estado tem afirmado que estuda o retorno das aulas para o segundo semestre, mas não apontou ainda datas específicas para o reinício. Em Estados como São Paulo, a estimativa é de que as aulas presenciais só possam ser retomadas em julho.

Fonte: NSC TOTAL

Imagens


  • Autor: Foto: Tiago Ghizoni, Diário Catarinense, arquivo