Warning: mime_content_type(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/97348a2f30a55f65fe43c2771e487179.jpeg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 55

Warning: getimagesize(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/97348a2f30a55f65fe43c2771e487179.jpeg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 56

Empresário aparece tomando banho durante videoconferência com Bolsonaro, e Paulo Guedes diz: 'Tem um peladão aí'

14/05/2020 19:50:00
Homem, aparentemente, não se deu conta de que havia se esquecido de desligar a câmera durante reunião on-line promovida na manhã desta quinta-feira (14) por Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Um dos participantes de uma videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro e empresários realizada nesta quinta-feira (14) apareceu tomando banho durante a conversa, aparentemente porque havia se esquecido de desligar a câmera do aparelho que usava.

 

A reunião foi promovida na manhã desta quinta-feira (14) por Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).


Segundo relatos feitos ao G1, foi o próprio Bolsonaro quem notou o incidente, o que o levou a interromper uma fala de Skaf, que em seguida se desculpou.


"Ô, Paulo [Skaf], tem um colega aí no último quadrinho que tá, saiu fora, tá ok?", disse o presidente. Ele, então, se dirigiu a Paulo Guedes, que estava a seu lado.


Ao ser alertado, o ministro da Economia afirmou: "Tem um cara tomando banho aí, peladão. Tem um peladão aí, fazendo isolamento peladão em casa e tal, beleza (risos). O cara foi ficando com calor com a conversa, aí foi tomar um banho frio...".


Bolsonaro respondeu: "Infelizmente, nós vimos [gargalhadas]. Era um quadro sinuoso, mas nós vimos, infelizmente".


O homem que apareceu tomando banho também é conselheiro da Fiesp.


O que Bolsonaro disse na videoconferência


Na videoconferência, Bolsonaro afirmou que empresários precisam "jogar pesado" com o governador de São Paulo, João Doria, a fim de evitar um eventual "lockdown" no estado. Bolsonaro usou o termo "guerra" para se referir à disputa.


Ao longo da conversa, o presidente voltou a criticar medidas de isolamento social adotadas por governadores como forma de tentar reduzir a velocidade do contágio do novo coronavírus. Para o presidente, um “apagão total” em São Paulo é “inimaginável”.

Fonte: G1

Imagens


  • Autor: Foto: Arquivo Pessoal