Criminosos que mataram o médico Cleonildo de Oliveira em Timbó são condenados.

10/05/2019 09:08:00


                                                                             

                                                                                    Foto: Lara Ferreira

Os cinco criminosos que participaram do latrocínio (roubo seguido de morte), do médico Cleonildo de Oliveira foram condenados pelo juiz da vara criminal Dr. Ubaldo Ricardo da Silva Neto.

Todos os participantes foram condenados a uma pena acima de 20 anos de prisão.

 

>> Adriana Muniz - (mulher responsável por atrair a vítima até o local do crime) CONDENADA a 31 anos de prisão.


 

>> Vinícius dos Santos - CONDENADO - a 31 anos de prisão.


 

>> Marcelo Bento - CONDENADO a 26 de prisão


 

>> Luis Felipe Coutinho - CONDENADO a 20 anos prisão


 

>> Tallys Augusto da Silva Herba - CONDENADO A 25 anos de prisão


 

Relembre o caso


 

O médico Cleonildo Aldeman de Oliveira, de 64 anos, foi assassinado em Timbó,no mês de Junho do ano passado. O corpo de médico foi encontrado no dia 23 de Junho no Morro Azul, parcialmente carbonizado. Cleo foi morto por asfixia. A intenção dos criminosos era roubar dinheiro, pertences e informações bancárias dele, segundo a Polícia Civil. O médico trabalhava no Hospital Oase de Timbó e era natural de Maceió (AL).

Adriana Muniz responsável por atrair o médico até sua casa para que os comparsas cometessem o crime, seria garota de programa. Para a polícia, o crime foi premeditado. "Ele foi atraído por uma mulher que já conhecia. Primeiro foram à casa dele, depois à residência dela. Lá estavam outros dois homens aguardando, com o intuito de roubar e ir até a casa dele para roubar objetos de valor. Mas a situação saiu do controle e eles acabaram matando o médico dentro dessa casa", disse o delegado responsável pelo inquérito, Raphael Werling de Oliveira.

Depois da morte, os bandidos colocaram o médico dentro do carro dele e foram até o Morro Azul, onde colocaram fogo no corpo. O veículo, uma Land Rover, foi abandonado perto de um complexo esportivo da cidade. O automóvel foi encontrado, pela Polícia Militar, com marcas de sangue dentro.


Fonte: Jornalismo Cultura FM

Imagens


  • Autor: Foto - Lara Ferreira