Travesti morta atropelada por viatura da PM em Jaraguá do Sul é identificada

07/03/2019 16:14:00
Vítima era Paula Corpo, tinha 42 anos, natural de Mato Grosso do Sul.

A travesti que morreu atropelada por uma viatura da Polícia Militar na noite de terça-feira (5) em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, foi identificada nesta quinta-feira (7). Ela era Paula Corpo, tinha 42 anos e morava em Bela Vista, em Mato Grosso do Sul. A Polícia Civil deve abrir investigação sobre o caso. A PM informou que vai instaurar inquérito policial militar sobre o ocorrido.

  


Paula saía de uma boate, atravessou a rua e foi atingida pelo carro da Polícia Militar, que estava a caminho de outra ocorrência. A Polícia Civil de Jaraguá do Sul disse que esteve no local e que será aberto um inquérito civil.

O nome de batismo da vítima era Eliel Santos Medina. A família saiu de Curitiba, no Paraná, para fazer o reconhecimento no Instituto Médico Legal (IML) de Jaraguá do Sul. O corpo já foi liberado para enterro.

Atropelamento

Segundo a PM, o atropelamento ocorreu às 23h57 no bairro Água Verde. Conforme relato de testemunhas à Polícia Militar, a vítima tinha acionado um transporte por aplicativo e iria pegar o veículo quando o acidente ocorreu.

De acordo com os bombeiros voluntários de Jaraguá do Sul, ela teve politraumatismos e morreu no local.

A PM informou que a viatura estava com o giroflex ligado e seguia com urgência para prestar apoio a uma ocorrência relacionada a uma moto, que já era feita por outra guarnição. A corporação falou ainda que trata o caso como fatalidade e que será aberto um inquérito policial militar do caso.

Fonte: G1 SC

Imagens


  • Autor: Foto: PM/Divulgação