Traficante internacional é preso em apartamento de luxo em Balneário Camboriú

05/02/2019 13:20:00
Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, conhecido como Minotauro, era ligado a uma facção criminosa. Ele é um dos narcotraficantes mais procurados pela polícia do Brasil e do Paraguai.

O traficante Sérgio de Arruda Quintiliano Neto foi preso nesta segunda-feira (4) em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Conhecido como Minotauro, o traficante é ligado a uma facção criminosa de São Paulo.


Ele atuava nas regiões Centro-Oeste e Sul do país. De acordo com a Polícia Federal, Minotauro, de 32 anos, foi detido em um apartamento de luxo na Avenida Atlântica, por volta das 17h. Ele é um dos narcotraficantes mais procurados pela polícia do Brasil e do Paraguai.

Entre os crimes atribuídos a ele estão os assassinatos de um policial civil, de uma advogada argentina e de um ex-empresário e candidato a prefeito. Ainda conforme a PF, o traficante preso teria envolvimento no atentado no Paraguai no ano passado, que incendiou três casas e uma loja de carros.

Os policiais apreenderam com o suspeito 100 mil dólares, dinheiro em espécie, celulares e um carro de luxo. O local de detenção do homem não foi revelado, por questões de segurança, segundo a PF. Até a última atualização desta reportagem, o G1 não tinha conseguido contato com a defesa do preso.

 

Contra ele, havia dois mandados de prisão em aberto, um da Justiça de Mato Grosso do Sul e outro de São Paulo.

"Havia a informação que ele poderia estar morando em Balneário Camboriú desde novembro. Nós começamos um trabalho investigativo, a Polícia Federal de Santa Catarina e também do Mato Grosso do Sul, e nós identificamos dois imóveis que ele estaria ocupando. Hoje ele foi preso em um desses prédios", explica o delegado Thiago Giavarotti, da Polícia Federal de Itajaí.

As investigações apontam que a facção do narcotraficante comandava os carregamentos de cocaína da Bolívia, que entravam no Brasil pela fronteira Sul de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. A polícia afirma que, com a chegada de Minotauro, a violência aumentou na região.

A operação para prisão do traficante recebeu o nome de Teseu. A denominação faz referência ao nome do personagem da mitologia grega que derrotou o minotauro, criatura mítica que habitava o labirinto de Creta.

 

Fonte: G1 SC

Imagens


  • Autor: Foto: Reprodução