João de Deus retirou R$ 35 milhões do banco após primeiras denúncias

16/12/2018 10:01:00
Médium é considerado foragido e seu nome foi incluído na lista da Interpol

Investigadores identificaram movimentações recentes nas contas bancárias de João de Deus, segundo eles, na última quarta-feira (12), quando as primeiras denúncias de abuso sexual foram conhecidas, foram retirados cerca de R$ 35 milhões de contas bancárias em nome do médium, que ainda não foi localizado. As informações são do site O Globo.

A descoberta destas operações fez com que a Polícia de Goiás e o Ministério Público acelerassem o processo para pedir a prisão do líder religioso. O dinheiro foi retirado de aplicações que João de Deus tem em instituições bancárias. Após as denúncias, vizinhos relataram que ele não voltou mais à sua casa em Abadiânia, Goiás.

O médium é considerado foragido e seu nome foi incluído na lista da Interpol. O prazo para que ele se entregasse terminou às 14h deste sábado, dia 15. A prisão preventiva de João de Deus havia sido autorizada no fim da manhã da sexta, 14. Depois da decisão, advogados do líder religioso iniciaram uma negociação com a Polícia Civil.

Fonte: Diario Catarinense

Imagens


  • Autor: (Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)