52 mil pacientes faltaram à consultas em Santa Catarina

25/11/2018 11:27:00

Mais de 52 mil pacientes não compareceram às consultas, cirurgias ou aos exames agendados nas unidades de saúde sob responsabilidade do Governo do Estado em 2018. Os dados fazem parte de levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio da Superintendência de Serviços Especializados e Regulação.


O número equivale a 32,81% dos agendamentos realizados pelas centrais de regulação. Até outubro deste ano, foram 52.710 pacientes faltantes a procedimentos já marcados, o que supera a marca de 2017, quando 46.394 pessoas deixaram de comparecer. Entretanto, houve maior número de agendamentos, sendo 122 mil em 2017, contra 160 mil em 2018.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Mais de cinco mil pacientes (5779 no total) chegaram a confirmar presença mas não compareceram às consultas. A falta de quase um terço dos pacientes a consultas, exames e até mesmo cirurgias acaba prejudicando o andamento da fila, uma vez que o horário não pode ser preenchido por pessoas que não estão cadastradas no Sistema de Regulação (Sisreg).

“Nos preparamos para 20 ou 30 exames ao dia, dependendo do caso e, quando existem faltas, temos profissionais ociosos. Com as faltas, a fila não anda e temos um prejuízo ao sistema. O resultado é tempo perdido e a volta do paciente para a fila”, afirma Karin Geller, superintendente de Serviços Especializados e Regulação da SES.

A Secretaria de Saúde solicita que os pacientes avisem a unidade de saúde, seja municipal ou estadual, com antecedência sobre a possível falta a um procedimento agendado.

Fonte: Diario Catarinense

Imagens